quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Trecho da BR-381 em Contagem é onde ocorrem mais acidentes em Minas, diz PRF

Fernão Dias mais perigosa, aponta diagnóstico

Flávia Ayer - Guilherme Paranaiba -

Publicação: 20/12/2011 06:00 Atualização: 20/12/2011 07:32

O mapa do perigo está traçado. A Polícia Rodoviária Federal e o Ministério da Justiça listaram os 10 trechos com maior número de acidentes nas rodovias que cortam Minas. O levantamento é mais um alerta para quem vai pegar estrada no período das festividades de fim de ano. A Fernão Dias (BR-381), entre o km 480 e o 490, em Contagem, é a campeã de acidentes em Minas, com 1.055 acidentes. O trecho ocupa o nono lugar entre os 60 pontos mais perigosos das estradas brasileiras, de acordo com pesquisa divulgada nessa segunda-feira pelo Ministério da Justiça.

O ministério lançou nessa segunda-feira a Operação Rodovida, com objetivo de reduzir os acidentes. Diagnóstico da PRF mostra que 60 trechos de 10 quilômetros de extensão correspondem a 22% dos acidentes mais graves ocorridos nas estradas federais. Também estão na lista nacional o trecho do km 490 ao 500 da Fernão Dias (BR-381), com 937 acidentes, e o trecho do km 510 ao 520, da BR-040, próximo a Ribeirão das Neves, com 297 acidentes.

Segundo a chefe de Comunicação Social da PRF, inspetora Fabrizia Nicolai, as saídas para São Paulo e Brasília são as requerem maior cuidado. “São saídas com muito movimento de carros e em ambas temos 20 quilômetros de área urbana. Nesses locais é comum a travessia de bicicletas e pedestres e a presença de muitas motocicletas”, afirma.

Ainda segundo a PRF, os motoristas devem ter atenção na saída para o Espírito Santo ao pegaram a BR-381, no trecho conhecido como Rodovia da Morte. A cada três acidentes uma morte é registrada pela corporação principalmente por conta das ultrapassagens indevidas. “Com chuva aquele trecho exige cautela e muita experiência dos motoristas para evitar as colisões frontais, responsáveis pela maioria das mortes entre Belo Horizonte e João Monlevade”, afirma a chefe da comunicação da PRF.

A alerta a população que vai usar as BRs no fim de ano para o risco de acidentes principalmente nas saídas da capital para São Paulo e Brasília.. “A maioria desses trechos está na Grande BH e com as chuvas o perigo aumenta. Nessas condições, o risco de acidentes é ainda maior”, afirma a inspetora.

A volta para Belo Horizonte deve ser feita com cuidado na BR-262, em Florestal, na Grande BH. Uma erosão na pista da direita no quilômetro 387 foi responsável pela interdição da faixa e o trânsito flui apenas pela esquerda. Na saída para o Rio e Janeiro os condutores devem ficar atentos aos buracos, já que o asfalto está desgastado em virtude das chuvas.

ESTRADAS COM MAIS DESASTRES

        RODOVIA    Localização (km)    Referência
1º     381               480 ao 490              Contagem
2º     381               490 ao 500              Betim
3º     040               510 ao 520              Ribeirão das Neves
4º     040               520 ao 530              Contagem/Ceasa
5º     040               500 ao 510              Ribeirão das Neves/Esmeraldas
6º     116               410 ao 420              Governador Valadares
7º     381               920 ao 930              Itapeva/Camanducaia
8º     381               450 ao 460              Belo Horizonte/Sabará
9º     116               520 ao 530              Caratinga
10º   040               610 ao 620              Congonhas

Acompanhe também o EM.com pelo Twitter

Fonte: Portal Uai

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...